top of page

Psicologia, fenomenologia e questões decoloniais não é somente o título de um livro organizado por Alexandre Trzan e Cristine Mattar. É a nomeação de um projeto. Em sentido decolonial, a psicologia deve favorecer processos de dessubjetivação das existências forjadas colonialmente, condição necessária para qualquer possibilidade de transformação (qualitativa) de um mundo histórico. Caso contrário, como será possível fazer e deixar ver a fenomenalidade de existências invisibilizadas em um mundo que naturaliza colonialmente diversas invisibilidades? Em condições coloniais, a psicologia deve assumir o desafio fenomenológico de deixar e fazer ver o que colonialmente não se mostra, mas que pode e deve (exigência ética) se mostrar. Os capítulos deste livro direta ou indiretamente assumem esse desafio. Apesar da maior parte de seus textos ter sido escrita por psicólogas e psicólogos, seu conteúdo é de interesse de todos os saberes que, em condições coloniais, devem ser ressignificados e/ou recriados de forma decolonial. Nessa alteridade político-epistemológica que se revela na relação entre psicologia, fenomenologia e pensamento decolonial, reconhecem-se psicologias outras: psicologias que nascem dos Outros e Outras apagados/as pela colonialidade. Psicologia afro-ameríndia, psicologia de Preta e Preto-Velho, psicologia de terreiro, de Pombagira, dentre outras possíveis. 

 

Nelas, falam outras possibilidades de habitação do mundo, possibilidades qualitativamente inclusivas, justas, plurais, amorosas, polimórficas. Nelas, corpos trans, corpos pretos, corpos indígenas, corpos de cadeirantes, corpos não normais, corpos de mulheres, corpos que sambam, corpos umbandistas, corpos vivos, corpos empobrecidos, dentre outros, cultivam formas de ser não hierarquizadas, não violentas, pelas quais a diversidade dos corpos pode conjuntamente celebrar a existência finita na Terra. Nelas, invisíveis aparecem. Sim, invisíveis podem aparecer.

Psicologia, fenomenologia e questões decoloniais: Interseções

SKU: 114
R$ 58,90 Preço normal
R$ 53,01Preço promocional
  • Título: Psicologia, fenomenologia e questões decoloniais
    Subtítulo: Interseções
    Organizadores: Alexandre Trzan e Cristine Mattar
    ISBN: 978-65-88337-26-4
    Lançamento: Abril de 2022
    Edição: 1
    Número de Páginas: 199
    Formato: 12,5x18
    Acabamento: Brochura
    Peso: 210g
    Gênero(s): Psicologia

  • A doutora em psicologia Cristine Mattar tem interesse pelas interfaces entre Psicologia, História do Brasil, Modos de Subjetivação no Brasil, Sofrimento, Clínica, Artes e Literatura Brasileira. É professora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia e Estudos da Subjetividade da UFF. Pós-doutoranda da Universidade de Évora com supervisão da Professora Irene Borges-Duarte. 

    Alexandre Trzan é doutor e mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social (PPGPS) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Doutorando em Design pela ESDI/UERJ. Psicólogo pela Universidade Veiga de Almeida (UVA). 

bottom of page