Por que O último copo começa com a escrita/bailarina? Porque o pensamento dançante é o único capaz de não julgar o álcool como um tema disponível à condenação moral. Daniel Lins pratica a escrita/pensamento, ela mesma embriagada e, deste modo, entregue a sua própria desmedida criativa, às promessas e aventuras do universo que tem pela frente. Daniel Lins nos fala tendo em vista o “experimento álcool, virtual/atual, sob o signo de um desespero nômade.

O Último Copo

SKU: 106
R$64.90Preço
  • Daniel Soares Lins é Sociólogo, filósofo e psicanalista, com doutorado em Sociologia pela Université de Paris VII - Université Denis Diderot e pós-doutor em Filosofia, sob a direção de Jacques Rancière, pela Université de Paris VIII. Atualmente é professor associado de Filosofia no Departamento de Educação da Universidade Federal do Ceará e pesquisador do Conselho de Educação do Ceará, Coordenador do Laboratório de Estudos e Pesquisas da Subjetividade, articulista da Empresa Jornalística O Povo S. A., Coordenador do GT Filosofia Contemporânea da Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Filosofia, Coordenador do Simpósio Internacional de Filosofia - Nietzsche/Deleuze. Atua nas áreas de Filosofia Contemporânea, Sociologia e Educação.