Heidegger em Bultmann não é um livro sobre a influência de um dos maiores nomes da filosofia contemporânea na obra de um dos maiores nomes da teologia protestante contemporânea. Ainda que Bultmann tenha se apropriado dos existenciais presentes na analítica do ser-aí (Dasein) presente em Ser e tempo para realizar suas conhecidas exegeses bíblicas de caráter claramente existencial, é no desenvolvimento do método da desmitologização das narrativas bíblicas que podemos compreender melhor como Heidegger se encontra na obra de Bultmann. Trata-se, em verdade, de uma apropriação criadora dos intuitos essenciais da destruição fenomenológica pensada por Heidegger em Ser e tempo (§6) e desenvolvida em parte de sua obra. Nesse caso, assim como a destruição heideggeriana não é uma simples aniquilação da tradição, mas sobretudo a busca pelas “certidões de nascimento” ontológicas dos conceitos decisivos da tradição filosófica ocidental, a desmitologização bultmanniana almeja esclarecer a mobilidade existencial da fé tal qual revelado na literatura bíblica, sem lançar mão da gramática mitológica que originalmente orientou sua escrita e as cosmovisões aí em jogo. Por outro lado, a desmitologização teológica de Bultmann talvez seja um excelente lugar para se compreender como Heidegger entende o diálogo entre o que inicialmente chamou de ciências ônticas e a ciência ontológica (ontologia fundamental). Isso pode ser vislumbrado na obra do próprio filósofo, quando, no início da décado de 1920, se interessou por realizar descrições fenomenológicas de experiências e autores religiosos. Entretanto, é na obra de Bultmann, grande amigo pessoal de Heidegger, que fica claro a potência hermenêutica da relação entre as ciências ônticas e a ciência ontológica. Nesse caso, a teologia funciona como índice de revelação da potência interpretativa da fenomenologia hermenêutica.  

Heidegger em Bultmann

SKU: 055
R$78.90Preço
  • Título: Heidegger em Bultmann
    Subtítulo: Da Destruição Fenomenológica à Desmitologização Teológica
    ISBN: 9788564565647
    Lançamento: 2017
    Autor: Alexandre Marques Cabral
    Edição: 1
    Número de Páginas: 301 pg
    Peso: 394g
    Formato: 14x21
    Acabamento: Brochura
    Coleção: Fides Et Ratio
    Gênero(s): Filosofia e Teologia

  • Alexandre Marques Cabral é professor adjunto do departamento de Filosofia da Uerj e professor de Filosofia do Instituto Federal Colégio Pedro II. Atua nas áreas de metafísica, filosofia da religião, mística, fenomenologia, pensamento medieval, Heidegger e Nietzsche.