Nesse texto de 1931 que abre a fase tardia de sua obra, Heidegger discute uma vez mais com Immanuel Kant o ser do homem. Assim, surge a princípio o problema da razão finita e a crítica kantiano às pretensões dogmáticas de uma razão que pretende poder conhecer tudo, para além de todo e qualquer limite. A questão, para Heidegger, porém, está justamente no fato de não ser a razão apenas que se mostra como finita, mas antes também é mais radicalmente a própria existência humana. Pensar, com isso, aparece como um traço essencial do ente que morre. Essência da liberdade humana: introdução à filosofia são expressões que se requisitam aqui, porque a filosofia concretiza radicalmente a essência da liberdade do ente finito.

A Essência da Liberdade Humana

REF: 02
R$75.00Preço
  • Subtítulo: Introdução à Filosofia
    Título Original: Das Wesen der Menschlichen Freiheit: Einleitung in die Philosophie
    ISBN: 978-85-64565-06-7
    Lançamento: 2012
    Autor: Martin Heidegger
    Tradutor: Marco Antonio Casanova
    Edição: 1
    Número de Páginas: 348p
    Peso: 
    Formato: 14x21
    Acabamento: Brochura
    Coleção: Biblioteca do Ocidente
    Gênero(s): Filosofia

3.0 150 Avaliações

Produtos Relacionados

Não temos nenhum produto para mostrar no momento.

Não temos nenhum produto para mostrar no momento.

Não temos nenhum produto para mostrar no momento.

Não temos nenhum produto para mostrar no momento.

"Cada segundo é tempo para mudar tudo para sempre."

(Charles Chaplin)

  • Wix Facebook page
  • Twitter Classic

© 2016 por viaveritavirtual

Rio de Janeiro - Brasil